Maxi lidera ranking das escolas em Cuiabá com melhor desempenho no Enem

O Colégio Maxi lidera o ranking das escolas em Cuiabá com o melhor desempenho no Enem de 2018. A relação conta com 11.212 colégios em todo o Brasil. A lista considerou todas as escolas a partir dos critérios mínimos de participação no Enem, independentemente da quantidade de alunos.

No Enem de 2018, o Colégio Maxi participou com 199 alunos, e suas médias por disciplinas foram 596,95 em Ciências da Natureza; 654,65 em Ciências Humanas; 601,83 na prova de Linguagens; 674,18 em Matemática. No resultado final, a escola conquistou a média das provas objetivas de 631,9 e 772,11 em redação.

Para o diretor geral da instituição, professor Leão, este resultado é uma conquista compartilhada com os alunos, professores e equipe gestora da escola. O Maxi já tem uma tradição de alta aprovação do Enem e estar na liderança só reforça que a escola vem trilhando o caminho certo de formação trabalhando não apenas o conteúdo, mas também na formação humana dos alunos.

 “Trabalhamos o aluno como protagonista de seu sucesso. Nosso resultado é consequência de um trabalho que permite cada estudante buscar aquilo que mais lhe agrada e se fortalecer com isso. Sem que seja uma imposição. Claro que o conteúdo tem que ser passado da melhor maneira possível e para isto contamos com uma equipe de docente excepcional, mas é preciso entender que na hora da prova é somente o aluno e ele precisa estar emocionalmente preparado”.

Leão reforça ainda que o Maxi é uma escola que tem investido cada vez mais no crescimento de competências socioemocionais para que os alunos se sintam seguros durante o Enem. A formação humana é contemplada com programas como o Rumo Certo, que promove o diálogo sobre assuntos na área da saúde e desenvolvimento humano. Implantado desde 2017, o projeto segue com quatro pilares: saúde, cuidados com o corpo e sexualidade, prevenção ao uso de álcool e outras drogas, e convivência ética.

Além disso, o Maxi conta com uma equipe de profissionais para orientação educacional que se preocupa com o dia a dia na escola, conduta dos alunos e atuam junto às famílias, porque para o diretor, os pais precisam ser aliados da escola, garantindo o sucesso na formação dos seus filhos.

A instituição de ensino estimula também a utilização de metodologias ativas que permite ao aluno ser o personagem principal e maior responsável pelo processo de aprendizado. Há ainda o Fab Lab, que traz o conceito maker para dentro da sala de aula com um laboratório que dispõe de condições e ferramentas necessárias para transformar as ideias dos alunos em realidade.

“Nossos alunos são incentivados a refletir sobre o cotidiano e seus desafios, responsabilidade social, sustentabilidade e inovação. Porque mais do que resultado, queremos que nossos alunos sejam destaque e ofereçam ao mercado mão de obra diferenciada, preparados para as oportunidades em qualquer área que escolham seguir”, finaliza Leão.

Levantamento

Os dados brutos foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). Para realizar o levantamento, foram incluídos apenas candidatos que não zeraram em nenhuma das provas objetivas e na redação. A média da escola só é calculada se pelo menos metade dos concluintes estiveram no Enem, respeitando a participação mínima de 10 alunos.

Alunos da Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA) não foram considerados. Somente as notas dos estudantes que concluíram o Ensino Médio em 2018 foram avaliadas.

O ranking foi divulgado pelo jornal Folha de S. Paulo e pode ser conferido aqui: https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2019/06/veja-o-desempenho-da-sua-escola-no-enem-2018.shtml

 

Fonte: Pau e Prosa Comunicação