Rumo Certo: Maxi discute a prática do bullying com os alunos

O Maxi possui como um dos seus diferenciais o programa Rumo Certo, que promove o diálogo entre os alunos sobre assuntos importantes como Alimentação Saudável e Atividade Física, Desenvolvimento Humano e Sexualidade e Prevenção ao Uso de Álcool e Outras Drogas. No ano passado muito se falou sobre a prática do bullying e, consequentemente, do cyberbullying. Por isso, desde então, o Colégio optou por intensificar a reflexão sobre esses assuntos, promovendo a Convivência Ética.

“No primeiro bimestre estamos enfatizando, especialmente, essa questão do cyberbullying que é uma tendência e algo que vem crescendo muito, e a nossa preocupação é justamente essa. É um tema que tínhamos que tratar com mais detalhes. Às vezes é algo muito distante e quando fazemos uma dinâmica, passamos um vídeo ou mostramos um depoimento, percebe-se que há muitos ali que já sofreram com o bullying ou conhecem alguém que já passou por isso”, explicou a professora e coordenadora do programa, Élida Criss Silva Araújo.

Alunos do 6º ano do Fundamental II a 2ª série do Ensino Médio, estão trabalhando, além do bullying e cyberbullying, a empatia – que consiste na capacidade psicológica de sentir o que a outra pessoa sente, tentar compreender os sentimentos e emoções do próximo. O estimulo da solidariedade ao sofrimento alheio é uma condição necessária para minimizar a ocorrência do bullying.

Élida conta ainda que para as crianças do 6º ano estão sendo aplicadas atividades sobre a empatia, onde eles passam a ter determinadas limitações e necessitam do apoio de algum colega. Nos 8º anos, o trabalho está sendo feito por meio de um jogo de tabuleiro – bullying x gentileza – além da exibição de filmes, onde se promove a reflexão sobre atitudes que podem ferir os colegas, seja física ou emocionalmente.

Para os alunos do ensino médio, são formados grupos e distribuídos casos reais relacionados ao bullying e cyberbullying. Eles precisam apresentar soluções para os problemas observados e apresentar uma única resposta para os outros grupos. Paródias e peças de teatro sobre empatia e regras de convivência saudável serão apresentadas no próximo dia 15 de abril, no Colégio.

Outras atividades coletivas do programa Rumo Certo já estão programadas, como a palestra sobre a Importância das Vacinas, com a Pediatra e Patologista Clínica, Dra Natasha Slhessarenko, no dia 02 de abril, para os alunos do 6º ao 9º ano.

Ainda de acordo com Élida, no segundo bimestre a proposta de trabalho com os jovens do 9º ano à 2ª série do Ensino Médio é tratar de informações sobre a ansiedade, depressão e também a Síndrome do Pensamento acelerado. “São problemas que também estão acontecendo com muita frequência entre os adolescentes, é preciso promover entre os alunos a “corrente do bem”, que propõe aos alunos cuidar do colega que está ao seu lado, pois ele pode estar precisando de ajuda”, enfatizou.

Também para o próximo mês, está programada a palestra com o promotor de Justiça, Miguel Slhessarenko, que levará informações importantes sobre o Cyberbullying, no Espaço Multiuso do Maxi. A data será confirmada.

Bullying escolar

É preciso estar atento ao bullying escolar, pois é neste ambiente onde mais ocorre esta prática. No mundo todo é um problema crônico que atrapalha a aprendizagem do aluno e afeta o seu comportamento também fora da escola.

Pessoas vítimas de bullying, inclusive de cyberbullying, apresentam sintomas como distúrbio do sono, transtorno alimentar, irritabilidade, depressão, pensamentos destrutivos, podendo evoluir para o suicídio.

 

Fonte: Pau e Prosa Comunicação