Atividades fora de sala de aula cativam e promovem adaptação de alunos recém-chegados

Os adolescentes chegam nas escolas cada vez mais envolvidos com a tecnologia e todos os seus aparatos, estão por dentro dos mais recentes aplicativos e lançamentos, e diante disso a escola e professores precisam oferecer mecanismos que envolvam esses estudantes para conseguir transmitir os conhecimentos com êxito.

A Andreza Pazotti que é mãe do Pietro do 7º ano afirma que com seu filho não foi muito diferente. “Nós viemos de outra cidade, numa escola menor, então o processo de adaptação demorou um pouco. As aulas do FabLab foram fundamentais para ajudar nessa ambientação. Ele ama estar lá, porque quer ser engenheiro elétrico. Ele se destaca e se sente muito importante”, comenta.

As atividades desenvolvidas dentro do Colégio chamam atenção pelo empenho dos professores em lecionar as matérias de formas distintas. Essas ações são capazes de assegurar a melhor adaptação dos alunos novos, ainda mais os que chegam tão jovens já no 6º ano, assim como Pietro.

“Para facilitar o projeto de adaptação à escola, a partir do ano que vem vamos desenvolver uma ação chamada de ‘aluno anjo’, elegendo um aluno acolhedor que facilite a superação dos desafios impostos pela adaptação à nova série, nova escola, novos professores e rotina escolar”, afirma Jaqueline.

A diretora de Orientação Educacional do Colégio Maxi, Jaqueline de Vecchi Seviero, certifica que o trabalho pedagógico envolve os pais e promove segurança e acolhimento para os recém-chegados. O Colégio desenvolve atividades capazes de promover aos pais, familiares e alunos a familiarização com o ambiente e com as pessoas.

“Nós combinamos várias ações de adaptação. No primeiro dia de aula, fazemos um tour dentro do Colégio para mostrar os espaços e ambientes novos aos alunos recém-chegados Com as turmas do 6º e 7º ano, promovemos brincadeiras coletivas , o que  permitirá que a criança tenha a oportunidade de brincar com os colegas antes da realização de atividades acadêmicas, convidamos os pais para apresentar o corpo pedagógico e a rotina da escola, enfim o objetivo é despertar afinidades que servirão como ponto inicial para a formação de amizades”, comenta.

Atualmente, o Colégio Maxi conta com turmas do 6º ao 9º ano, além da 1ª, 2ª, 3ª série e extensivo. A instituição sai na frente pela premissa de ser referência em estratégias que não apenas garantem resultados, mas uma proposta de trabalho que também se preocupa com o bem-estar do aluno, ouvindo-os, valorizando-os, estimulando-os e promovendo assim um modelo de educação integral.